sábado, 21 de janeiro de 2012

Teoria do desenvolvimento psicossocial de Erickson: modelo de perfeição social?

A Teoria do desenvolvimento psicossocial proposta por Erick Erickson diz que o crescimento psicológico ocorre através de estágios, não ocorre ao acaso pois depende da interação do meio. 
Erickson diz que cada estágio de desenvolvimento é atravessado por uma crise psicossocial entre grupos positivos e negativos. É fato que os dois grupos, ou vertentes são importantes, porém é necessário que o positivo se sobrepunha, pois a forma com que cada estágio é enfrentado influenciará na forma com que o indivíduo tratará as situações de seu futuro. Isso cai no ponto que tanto prego, a sociedade influencia na personalidade da criança. 
A teoria de Erick é baseada em oito etapas.
Essas são:
1º - Período de confiança e desconfiança: A criança adquire ou não confiança em si e no mundo que o rodeia. O QUE DEPENDE DA RELAÇÃO MANTIDA COM A MÃE. Isso implica em que: se a mãe tratar a criança com amor, mas não corresponder ás suas espectativas, a criança pode desenvolver medos e fobias. Já se a criança tiver suas necessidades aceitas, terá melhor capacidade de lidar com seus problemas futuros. Este período ocorre dos 0 aos 18 meses.
2º - Período da autonomia, dúvida e vergonha: Marcado por uma grande contradição entre as vontades da criança e as imposições de modo de agir da sociedade que o cerca. A criança busca independência. É FUNDAMENTAL DAR APOIO E EDUCAÇÃO Á CRIANÇA, ALÉM DE DOMAR E FORMAR SEU SENSO CRÍTICO. Período dos 18 meses até, aproximadamente, os 3 anos.
3º - Período de iniciativa e culpa: É basicamente um período do estágio anterior, a diferença é que a criança começa a ter consciência formada do que é certo e errado, começa a adquirir domínio em alguns aspectos, como brincadeiras em grupo etc. O INCENTIVO É PRIMORDIAL: DEVE-SE ESTIMULAR A CRIANÇA A ADQUIRIR PERSONALIDADE PRÓPRIA, A SER O QUE QUER (desde que esteja dentro de um comportamento socialmente correto). É marco que a criança busca a aceitação dos adultos de suas atividades, por isso, reforço, deve receber apoio sobre o que é certo. Uma dúvida chave que deve ser modelada é quando ao ser bom ou mal. Um estágio fundamental para a construção de um caráter. Vai dos 3 aos 6 anos.
4º - Período indústria e inferioridade: Afinal, estamos falando de educação ou indústria? Acalme-se. Nesta fase, a criança fará de tudo para sentir integrada a sociedade e competente em tudo o que fizer. É IMPORTANTE O APOIO FAMILIAR Á CRIANÇA QUANDO A QUESTÃO É COMPETÊNCIA E INICIATIVA. Deve-se olhar com outros olhos para esta idade, é um período em que a família não deve restringir apoios, pelo contrário, deve incentivar á criança em seus objetivos e escolhas. Pais, por favor, não debochem seus filhos, a personalidade é formação contínua, incentivem. Decorre dos 6 aos 12 anos.
5º - Período de confusões na identidade: É neste instante que se adquire identidade psicossocial. O adolescente começa a questionar todos os princípios sociais que o rodeia. Tudo o que lhe foi passado é colocado em questão. É necessário apoio familiar para que os laços anteriores sejam mantidos. Este período ocorre durante a adolescência.


Os outros períodos não entram nesta discussão pois falamos de educação, crianças e adolescentes.

Sim. Respondendo á pergunta do título. A Teoria do desenvolvimento psicossocial de Erickson pode ser considerado um modelo perfeito. O que importa é: nem só a família deve interferir na educação em busca de uma sociedade perfeita. A formação da personalidade deve ser contínua. É sempre bom ressaltar que todo o meio influência o psique da criança. Educadores e família devem ao menos tentar dar uma educação diferenciada ao pequeno. Como já disse em outros posts, a personalidade bem modelada é fundamental para se criar um Brasil melhor. O que escrevo aqui não é um discurso filosófico, mas sim uma verdade. Os motivos foram apresentados anteriormente. Sem via de dúvidas, a formação de uma personalidade legal acarreta na criação de uma maior maturidade e senso crítico real.

A personalidade da criança é como uma massa de bolo, deve ser modelada por todos que a cercam.

Romes Sousa

Nenhum comentário: